Investimento estrangeiro no Porto triplicou em quatro anos


O volume de investimento direto estrangeiro na Área Metropolitana do Porto (AMP) triplicou desde 2017 – afirmou Ricardo Valente.

Falando na conferência sobre Crescimento e Sustentabilidade, que decorreu há dias na Biblioteca Almeida Garrett, no Porto, o Vereador das Finanças, Atividades Económicas e Fiscalização referiu que as empresas estrangeiras já representam 19% do VAB e 13% do emprego. Há oito anos atrás, quando Rui Moreira iniciou o primeiro mandato, o peso das empresas estrangeiras no PIB não ia além de 4%. 

"O que se passa na Área Metropolitana do Porto é único ao nível europeu e está muito acima da média nacional. Considero, de acordo com os dados, que temos um futuro risonho pela frente, as tendências estão do nosso lado”, adiantou. 

O Porto atingiu o 3.º lugar entre as cidades europeias de média dimensão mais atrativas para o investimento estrangeiro, de acordo com o ranking Financial Times/fDi Intelligence. Em três anos o Porto subiu 5 posições no ranking e posiciona-se à frente de cidades como Newcastle, Nottingham, Edinburgh e Bilbao. 

Entre 2017 e 2021, instalaram-se 334 empresas estrangeiras no Porto. O capital estrangeiro representa 73,454 postos de trabalho e um investimento total de 6,1 mil milhões de euros. Ricardo Valente sublinhou que o Porto tem modernas infraestruturas, em termos de cidade e região, existe uma excelente qualidade de vida, é fácil fazer negócios e há um comprometimento muito forte com a sustentabilidade. 
 

Fonte: Invest Porto